Marcílio Ximenes ao lado da prefeita Vanessa Maia solicitou mais agilidade no envio das vacinas.

Devido as cheias do Rio Mearim, centenas de pessoas encontram-se desabrigadas e sendo obrigadas a permanecerem em abrigos cedidos pelo Executivo, o que aumenta a probabilidade de contaminação pela Covid-19.

Visando minimizar o risco de contaminação, a Prefeitura Municipal de Pedreiras, através do secretário de Saúde, Marcílio Ximenes, solicitou mais uma vez, agilidade no envio de mais doses de vacinas para o município. 

Através de ofício encaminhado ao secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, Ximenes informou que apesar de toda assistência ofertada pelo município aos desabrigados, a aglomeração é inevitável, o que aumenta o risco de contaminação. O primeiro ofício foi enviado em 3 de março. 

"Os abrigos foram sanitizados e desinfectados, distribuímos EPIs para segurança sanitária das famílias, o que minimiza os riscos, mas, não como a vacina. Nosso apelo é para que possamos imunizar o maior número de pessoas possíveis. Estrutura para essa vacinação nós temos", afirma Marcílio. 

De acordo com último boletim da Defesa Civil, atualizado às 18h34, já são 1.149 pessoas atingidas, sendo 64 famílias desabrigadas, 112 desalojadas e 211 isoladas, num total de 387 famílias atingidas.




1 Comentários

  1. Querem fazer estoque de vacina? Até o prezado momento a secretaria de Saúde só aplica pouco mais de 50% das doses recebidas.

    ResponderExcluir