A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) e a Confederação Nacional de Municípios, CNM, publicaram nesta terça-feira, 26, documento em que propugnam a unificação das eleições em 2022. 

Na "Carta aberta ao Congresso e à Nação Brasileira" são enumeradas as razões que justificam a transferência do pleito, destacando-se o atual momento de enfrentamento da pandemia da Covid-19. 

Assinada pelo presidente da Famem, Erlanio Xavier, a carta esclarece aspectos de ordem política e também administrativas que tornam o adiamento compulsório. 

 O tema deverá ser debatido pela entidade com a bancada federal do Maranhão.   

Leia a carta no link abaixo.

http://painel.siganet.net.br/upload/0000000002/cms/images/editor/files/MA%20-%20Carta%20Aberta%20Estaduais.pdf.pdf.pdf

0 Comentários